• ACESSE - MOODLE UFBA

    Ambiente de apoio aos componentes de graduação e pós-graduação da Universidade Federal da Bahia.
    VEJA MAIS

Defesa de Dissertação de Terezinha Coelho Pessoa Lima - PRÁTICAS DE LEITURA NA SALA DE AULA: DISCURSIVIZAÇÃO DA MULHER COM FOCO EM PARÁFRASE E POLISSEMIA

Este memorial de formação de caráter propositivo está inserido na linha de pesquisa "Estudo das Linguagens e Práticas Sociais" do Programa ProfLetras, ILUFBA-EF. Ao abordar o tema leitura, na sua elaboração, considerei a interseção de três eixos: biográfico, bibliográfico e propositivo. No primeiro, de natureza autobiográfica, narro discursivamente momentos da minha trajetória de vida, o meu percurso formativo e a minha carreira no Magistério, período que coincidiu com as mudanças no sistema educacional brasileiro. No segundo, de cunho teórico, apresento as contribuições teórico-metodológicas da Análise de Discurso (AD), que embasaram a construção das práticas de leitura no viés discursivo, trazendo a discursivização da mulher a partir de análise de textos focada nos processos parafrásticos e polissêmicos. No último, proponho o produto da pesquisa intitulado "Práticas de leitura: A representação da mulher com foco em paráfrase e polissemia". As atividades desta proposta de intervenção são destinadas a alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e visam contribuir para a formação leitora dos/das estudantes, por meio de leituras no viés discursivo com ênfase na representação da mulher. Nesta pesquisa, a paráfrase é a responsável por criar dizeres, a partir do que já foi dito antes e a polissemia é o deslocamento, é o novo sentido. Esses dois conceitos são os principais instrumentos de análise de leitura, nesta proposta, pois vão nos ajudar a analisar tanto os discursos que repetem padrões estereotipados em relação à mulher quanto os que rompem com naturalizações e cristalizações de saberes. Para isso, ancorei-me em estudos teórico-metodológicos no viés da AD, principalmente nas contribuições de Coracini (2005), Indursky (2020), Orlandi (2021; 2020; 2017; 2018; 2015), Pêcheux (2009; 2015) que nos ajudam a compreender, a linguagem e a leitura na perspectiva do discurso e de Beauvoir (2019) e Ribeiro (2019) que nos auxiliou a abordar a representação da mulher ao longo do tempo.

LOCAL: virtual a ser divulgado, presencial sala 01

 

Data da Defesa: 
segunda-feira, 11 Dezembro, 2023 - 14:00